Pesquise no Blog

Carregando...

quarta-feira, maio 13, 2009

Hoje é aniversário de Itatí Cantoral

Itatí Cantoral, atriz mexicana de novelas como Maria do Bairro, Infierno en el Paraíso, Sin Pecado Concebido entre outras, festeja hoje, em meio às gravações de Hasta que el Dinero nos Separe e a peça de teatro Dulce Caridad, onde Itatí faz uma participação especial.

Depois de sua participação no episódio Sandra, Trepadora, da primeira temporada de Mujeres Asesinas, a artista volta a TV em mais uma produção de Emílio Larrosa. E no teatro, Itatí continua alternando o papel principal com Lolita Cortés no musical Dulce Caridad, que terminará a temporada no dia 24 agora.

Itatí Cantoral Zucchi, seu nome completo, nasceu em 13 de maio de 1975, na Cidade do México, e é filha do compositor Roberto Cantoral. Ela começou na TV na novela La Pícara Soñadora, depois fez Muchachitas, De Frente al Sol e Dos Mujeres, Un Camino, em 1993. No cinema Itatí começou em 1994, com o filme Bonita.

Em 1995 ganhou fama internacional com a vilã Soraya Montenegro, de Maria do Bairro, novela protagonizada por Thalia e Fernando Colunga. Depois veio Tu y Yo, e sua primeira protagonista, em 1997, na novela Salud, diñero y amor, junto a Eduardo Santamarina, com quem Itatí se casou. Em 2000, ela teve os gêmeos Eduardo e Roberto Miguel.


Itatí também trabalho em Infierno en el Paraíso, então veio Cuento de Navidad, em 2001 participou de Sin Pecado Concebido, depois Amigas y Rivales, Vale Todo e Alma Herida. Ela também participou de programas, como La Teleraña e Mujer, casos de la vida real. Em 2002, Itatí foi apresentadora dos prêmios Billboard. Depois fez mais peças de teatro e filmes no cinema.

O talento de Itatí a fez merecedora de prêmios, como o de Rainha da TV Veracruzana; Las Palmas de Oro pela vilã Soraya de Maria do Bairro e o prêmio Bravo, também pela personagem. Também recebeu o Los Celosos de la Popularidad e o TVyNovelas.

Além disso, ganhou novamente o prêmio Bravo, como Melhor Atriz Dramática, por sua participação no programa Mujer, casos de la vida real. Conquistou também o prêmio ACE Nueva York, como Melhor Atriz Protagonista; o Quetzal e o Palmas de Oro, como Melhor Atriz de Teatro e o El Sol de Oro por sua atuação na peça Aventurera, depois o prêmio TVyNovelas 2002, como Melhor Atriz Antagonista, e o prêmio Fama Nueva York 2002, como Melhor Actriz Protagonista por Vale Todo.

Em 2004, ela lançou o disco Itatí Cantoral canta a Roberto Cantoral, aonde ela, além de se consagrar como cantora, interpretou temas clássicos de seu pai, como El Reloj, La Barca, Regálame esta Noche e El Triste, entre outros. No mesmo ano, ela participou do filme Thunderbirds e se divorciou de Eduardo Santamarina, já que ele mantinha um romance com a também atriz Susana González.

Depois, já na Telemundo, Itatí protagonizou junto com o cubano Fernando Gattorno a novela La viuda de Blanco. Em outubro de 2007, ela se casou com o colombiano Carlos Alberto Cruz, e em outubro do ano passado teve sua primeira filha com ele, Maria Itatí (foto).

Esse ano, Itatí começou a gravar Hasta que el Dinero nos Separe, junto com Pedro Fernández, Victor Noriega, Carlos Bonavides e Frances Ondiviela. A novela tem previsão de estreia em abril, no horário que atualmente é exibida a novela Un Gancho ál Corazón. Lembrando que você poderá acompanhar Hasta que el Dinero nos Separe, aqui no Televisa Brasil, de segunda a sexta a partir das 23h00.

Nenhum comentário: