sexta-feira, junho 26, 2009

Morte de Michael Jackson provoca caos em sites de celebridades americanas



O site Google revelou que o número de pesquisas realizadas na quinta-feira (25), após a morte de Michael Jackson, foi “vulcânico”.


O porta-voz do gigante das pesquisas na web admitiu que, inicialmente, o pessoal do Google pensou que se tratava de um ataque de hackers, por causa do aumento repentino e vertiginoso do número de pesquisas.


Por cerca de 35 minutos, os internautas que acessaram o site e pesquisaram pelo nome de Jackson receberam uma mensagem de erro.


“É verdade que, entre 2h40 e 3h15 (horário de Los Angeles), os usuários do Google tiveram dificuldades para pesquisar qualquer tópico relativo a Michael Jackson”, disse o porta-voz à BBC.

Os sites Twitter, Facebook, TMZ e Perez Hilton também foram afetados pelo enorme volume de usuários tentando acessar suas páginas.


Na manhã desta sexta-feira (26), o serviço de verificação da atividade da web, o Trendrr, disse terem sido postadas mais de 100 mil mensagens no Twitter sobre o popstar, só nas primeiras horas do dia.

Joel Neto Web Developer

Nenhum comentário: