Header Ads

test

Segunda temporada da série chilena "Prófugos" chega ao Brasil em setembro


A HBO Brasil agendou para o dia 15 de setembro a estreia da segunda temporada de Prófugos, série chilena produzida pela HBO Latin America.
Criada por Pablo Illanes, Josefina Fernández, Mateo Iribarren e Enrique Videla, a série acompanha a vida da família Farragut, liderada por Kika (Claudia di Girólamo), uma mulher que, ao perder o marido, convence o filho mais velho, Santiago (Néstor Cantillana), um médico, a assumir a função do pai, tornando-se o chefe do cartel. Os Farragut têm como inimigos os Aguilera, outra família que comanda um cartel de drogas rival, liderada por Iván (Luis Dubó), considerado um dos narcotraficantes mais poderosos e impiedosos da região.
Tentando desbaratar as quadrilhas, o detetive Álvaro (Benjamín Vucuña) se faz passar por um traficante, assumindo o nome de Tegui. Infiltrado no meio do cartel, ele é obrigado a tomar atitudes muitas vezes contra a lei que defende. As decisões de Álvaro o levam a se tornar um fugitivo da polícia, deixando-o isolado, contando apenas com a ajuda de Ximena (Aline Kuppenheim), sua ex-parceira na polícia, que coloca em risco sua carreira para poder ajudá-lo sempre que ele precisa.
Em sua segunda temporada, a história apresentará Moreno (Luis Gnecco), Vicente (Néstor Cantillana) e Tegui lutando para sobreviver em uma prisão de segurança máxima, enquanto Laura (Blanca Lewin) mantém o negócio com o tráfico de drogas, o qual ela planeja ampliar.
A trama também apresentará o ponto de vista do governo em relação ao tráfico. Assim, serão introduzidos novos personagens, entre eles, o Presidente do Chile (Francisco Melo), Gabriel Villalobos (Diego Muñoz), seu assessor de comunicações, e o Ministro do Interior (Cristián Campos). Também veremos Freddy Ferragut (Alfred Castro), o pai de Laura (Blanca Lewin) e Vincente (Néstor Cantillana); e um agente da polícia (Roberto Farias) encarregado de deter o cartel.
A série é uma produção da Efetres em parceria com a Fábula.

Um comentário:

sofia martínez disse...

Eu gostei, é uma das poucas séries que realmente me pegou, especialmente porque além de entreter você tem um bom roteiro que consegue cativar o público.

Tecnologia do Blogger.