quinta-feira, outubro 22, 2015

#TrajetóriaTBR: Se encante com o brilho de Lucero



O Nosso "Trajetória" de hoje vai falar sobre a carreira de Lucero, a estrela da novela A DONA.

Nove novelas protagonizadas, sete filmes, 27 milhões de discos vendidos, vários prêmios. 46 anos de idade e 35 de carreira marcados por inúmeros sucessos. Essa é Lucero!  atriz, cantora e apresentadora, uma das mais talentosas e reconhecidas artistas do México.

Lucero Hogaza León, mais conhecida como "Lucero" ou "Lucerito", nasceu no dia 26 de agosto de 1969 na Cidade do México. Desde Pequena mostrou o interesse pela música e a atuação. Logo começou a estudar música e dança. Em 1980 com apenas 10 anos participa das audições de um programa infantil chamado "Alegria de Medio Dia", cantando com sua guitarra conquista um dos jurados, que da sua primeira oportunidade na carreira.

Lucero no programa 'Alegria de Medio Dia'

Logo depois o programa muda o nome para "Chiquiladas" e Lucerito (como era conhecida na época) vai se consagrando cada vez mais como estrela do público infantil.

Em 1982 vem a consagração de Lucero, ela entra para o mundo das Telenovelas protagonizando "Chispita". A Novela foi um sucesso internacional, fazendo Lucero vender milhões de disco com as musicas da novelas, no Brasil a novela fez tanto sucesso nos anos 80, que ao longo dos anos ganhou 7 exibições no total.
Lucero chegou até visitar o Brasil devido o sucesso da novela.

"Lucerito" como a doce Isabel de Chispita

Logo depois, Lucero se dedicou ao cinema e protagonizou vários filmes, entre eles "Coquetas y Deliquentes", "Escápate Comigo", "Quisiera ser Hombre" e "Deliciosa Sinvergüenza". Além disso lançou mais quatros álbuns como "Tan Pocos años", "Fuego y Ternura" e "Todo el amor del Mundo".

Em 1988 se consolida como ua das figuras jovens de maior sucesso, ainda como o nome de "Lucerito", ganhando discos de ouro e platina e emplacando sucessos como "Vete Con Ella", "Cuentame" e "Millones Mejor que tú".
Em 1990 entrada para o mundo da música Ranchera e se consolida como um dos nomes mais importante da musica mexicana no mundo.


Em 1990 Lucero volta as novelas em "Cuando Llega el Amor", sob a produção de Carla Estrada. A novela foi um enorme êxito no México e rendeu a Lucero o TvyNovelas de "Melhor Atriz Jovem".

Lucero em um show no México.

Ainda no ano seguinte, a artísta ganha o título de "La Novia de America" devido ao exíto do álbum "Sólo Pienso en ti" e emplacou vários hits como "Electricidad", "Ya No", "Llorar", "Tristes Recuerdos", "Veleta" y "Sobreviviré".

Em 1993 Lucero protagoniza mais uma novela, desta vez "Los Parientes Pobres" e mais uma vez sob a produção de Carla Estrada, o que lhe rendeu mais um TvyNovelas de "Melhor atriz Jovem" ainda no mesmo ano lançou o disco auto intitulado "Lucero".

Lucero na novela "Lazos de Amor"

Em 1995, Lucero novamente protagoniza uma novela produzida por Carla Estrada, desta vez 'Lazos de Amor', onde interpretou as trigêmeas Maria Paula, Maria Fernanda e Maria Guadalupe. A novela foi um sucesso e o final surpreendente e misterioso é lembrado até hoje pelos fãs. A novela foi ganhadora de vários prêmios, inclusive Lucero que levou um "TvyNovelas" de "Melhor Atriz Protagonista". Esse sem dúvidas foi o maior desafio de Lucero como atriz, além de dar vida as três personagem, uma delas era deficiente visual e a outra era vilã e a atriz até então só tinha feito mocinhas.

No mesmo ano, ela lançou dois discos, "Siempre Contigo" e "Cariño de mis Cariños". Também em 1995, Lucero foi convidada para ser uma das juradas do "Miss Universo".



No começo de 1997, Lucero casou-se com o também cantor Manuel Mijares. O casamento, que foi televisionado (tanto no México pelo Canal de las Estrellas como nos EUA pela Univisión), é uma das maiores audiências da TV mexicana até hoje. 

No mesmo ano, o disco "Piel de Ángel" foi mais um sucesso marcante na carreira de Lucero, com mais de 200 mil cópias vendidas e os êxitos de "Tácticas de Guerra", "Quiero" e "Toda la Noche". Em outubro do mesmo ano, Lucero recebeu o convite para cantar ao Papa João Paulo II no II Encontro Mundial das Famílias, no Maracanã. Segundo ela, essa foi a experiência mais emocionante de sua vida espiritual e profissional. 

Em dezembro de 1997, Lucero cativou todo o público ao apresentar por 27 horas seguidas o "Teleton México", para arrecadar fundos para centros de reabilitação para pessoas com necessidades especiais.


Em 2000, depois de 5 anos longe das novelas, Lucero volta em "Mi Destino Eres Tu", novamente sob a produção de Carla Estrada. A novela foi um fracasso em audiência, mas ainda rendeu a ela mais um "TvyNovelas" de "Melhor Atriz Protagonista". Ainda no mesmo ano lança o disco "Mi Destino Eres Tu" desta vez com uma pegada mais POP.
Em 2001, Lucero faria uma Turnê mundial, mas cancelou todos os projetos com o anuncio de que estava esperando seu primeiro filho. E durante a gravidez, foi abalada com a morte do pai, Antonio Hogaza. Em novembro, nasceu José Manuel. Lucero declarou na época que "já estava querendo ter um filho, mas mesmo assim foi uma grande surpresa". 

No ano de 2003, Lucero protagonizou o musical Regina, obra de teatro vista por mais de 100 mil pessoas. No mesmo ano, protagonizou Zapata no cinema. 



Em 2004, ela lança "Cuando sale un Lucero", disco que rendeu a Lucero o disco de ouro em menos de três semanas após o seu lançamento e foi um sucesso de vendas no México, nos Estados Unidos e em toda a América Latina, rendendo um prêmio Orgullosamente Latino.

No começo de 2005, Lucero deu à luz a Lucerito, segundo fruto de sua união com o Mijares. Em outubro do mesmo ano, entra no ar a novela "Alborada", que protagonizada por Lucero, rendeu a atriz um "Emmy Latino" por sua interpretação, e mais um "TvyNovelas" de "Melhor Atriz Portagonista", se tornando a maior ganhadora dos prêmios ao lado de Adela Noriega. Lucero também passou a apresentar os prêmios Grammy Latino a partir de 2006.

Lucero ao lado de Fernando Colunga e Arturo Peniche em "Alborada".

Depois de um leve descanso, Lucero voltou para as novelas como a vilã do remake mexicano de "Pura Sangre", a novela "Mañana es para Siempre", onde atuou ao lado de Fernando Colunga e Silvia Navarro. A novela foi reconhecida pelo público e pela crítica, e Lucero foi convidada pelo produtor Nicandro Díaz para protagonizar "Soy tu Dueña", ao lado de Fernando Colunga e Gaby Spanic. A novela foi um êxito tanto no México como nos Estados Unidos, aonde se consagrou como a novela latina mais vista de todos os tempos. E atualmente é exibida no SBT com o título de "A Dona" fazendo sucesso nas tardes.

Ainda na Televisa, protagonizou com muito sucesso o remake da telenovela "En Los Tacones de Eva" sob o título "Por Ella Soy Eva" onde formou par romântico com Jaime Camil.


Em 2012, depois de 17 anos de casada com o cantor Manuel Mijares, Lucero se divorcia.

Durante toda sua carreira, Lucero lançou 22 álbuns de estúdio e três ao vivo. As produções mais recentes de Lucero foi "Indispensable" em 2011 voltado para o POP, "Un Lu*Jo", com o qual voltou as suas raízes mexicanas, o disco foi um projeto conjunto com o cantor Joan Sebastian (que faleceu este ano). "Lucero en Concierto" foi o último disco ao vivo e o mais recente é o "Aquí Estoy", onde Lucero regravou os maiores clássicos da mexicana Ana Gabriel.


Depois de quase 30 anos na "Televisa", Lucero assinou com a emissora americana "Telemundo", onde apresentou o reality musical "Yo Soy el Artísta" e tem projeto para protagonizar e produzir uma telenovela em 2016.

Essa foi o #TrajetoriaTBR de hoje, sobre a carreira dessa maravilhosa atriz, cantora e apresentadora, que vai estar no Brasil nos próximos dias, e inclusive está lançando um EP em português, título "Dona Desse Amor", que contem 6 faixas, inclusive o tema título que é trilha sonora de "A Dona".



Deixaremos uma playlist com as melhores músicas da cantora.


Diomax Martins Web Developer

Nenhum comentário: