sexta-feira, janeiro 27, 2012

Karyme Lozano é contra o casamento gay


A atriz Karyme Lozano que retorna as novelas em El Talismán, próxima produção de Carlos Sotomayor que irá ao ar pela Univisión, expressou sua opinião quando foi perguntada sobre o que acha do casamento gay.

Eu sou contra isso, pois não segue os meus princípios religiosos e morais”, declarou a protagonista de Menina Amada Minha.

Mas antes que fosse colocada como preconceituosa, a atriz que é Católica tratou de esclarecer que não tem nenhum preconceito em relação aos homossexuais.

Não condeno ninguém e respeito às pessoas que querem isso, afinal cada um faz o que quer da sua vida, portanto quem sou para julgar os outros?”

O único que pode nos julgar é Deus”, esclareceu a atriz.

Quando perguntada se largaria sua carreira de atriz para se dedicar a religião como fez Allisson Lozz, Lozano foi mais metódica e crítica em relação a decisão da protagonista de En Nombre del Amor que é Testemunha de Jeová.

Bem essa foi uma escolha dela, se ela acha que se sente bem seguindo esse caminho eu desejo que ela seja feliz e espero que o siga a vida toda e não se arrependa já que o ser humano muda seu modo de pensar de uma hora para outra em qualquer momento que quer de sua vida”.

Pude conhecer Allisson quando iniciou sua carreira bem pequena e tive a oportunidade de assistir a última novela que ela realizou e acredito que ela não precisaria ter sido tão extrema dessa decisão de jogar tudo pelo que lutou para conquistar para o alto assim dessa maneira”.

Uma coisa é você ter uma religião e seguir os seus conceitos, já outra é você deixar de fazer o que gosta por que essa religião é contra isso”

Eu gosto da minha religião mas acho que tem saber se separar as coisas”.

Acho que uma pessoa que segue a doutrina das Testemunhas de Jeová não deveria jamais jogar tudo que conquistou para o alto apenas para agradar as pessoas dessa seita.”

Uma coisa é ela ir lá e rezar com eles, já fora de lá o que faz ou deixa de fazer seja da sua vida profissional ou pessoal só diz direito a ela e a mais ninguém”.

Se eles gostam ou não da sua profissão não importa já que isso não a faz menos digna de estar com eles tendo essa ou qualquer outra profissão que seja, o que importa é gostar do que faz e as pessoas que estão ao seu redor e que a apoiam também”.

Eu lutei muito para chegar aonde cheguei e não jogaria tudo que conquistei assim para o alto de jeito nenhum”.

Antes aceitava personagens de acordo com a forma que eles seriam vistos pelo público, mas hoje escolho analisando se há em seu perfil algo que não tenha nada relacionado à violência ou a nudez como foi o caso dessa personagem de El Talismán”, encerrou a atriz.
Daniel Web Developer

Nenhum comentário: