terça-feira, janeiro 10, 2012

Kate del Castillo polemiza no Twitter: "Não creio na política, na Igreja e no Vaticano"



Através de seu Twitter, a atriz Kate del Castillo deu um depoimento aonde confessou não acreditar na política, na Igreja e no Vaticano, e fez um apelo a um traficante mexicano. Confira:

"Hoje quero dizer o que penso", iniciou. "Hoje em 2012 me divirto mais. Escuto mais a música que gosto e deixo de escutar os políticos. É que já me cansei de fazer o que não quero. Muitas vezes fui feliz mas não me dei conta. Amo. Me amo.

Não acredito na manipulação, me deixa adormecida. O governo. A religião. A política. Os meios. A sociedade. A sujeira. Os que me julgam e me apontam mas também me exigem e me aplaudem.

Não acredito no matrimônio, acredito no amor. Não creio na ideia de DEVO estar com alguém para o resto da minha vida, isso só me cria culpa e infelicidade quando fracasso, de fato, não creio no fracasso, acredito em seguir adiante, em tomar decisões boas ou más, creio em mudar de opinião quantas vezes como for necessário.

Sinto falta da primeira vez de tudo. Por isso acredito que não importa quanto ame meu companheiro, preciso sentir isso que se sente nas primeiras vezes no estôgamo e que vai por todo seu corpo, não importa quanto o ame ou quão belo seja, preciso dessa sensação a qual sou viciada. Todos sentimos falta mas não nos atrevemos a dizer. Não será que as relações deveriam durar até que "isso" acabe?

Não creio na monogamia, acredito na lealdade, nas minhas sensações, no que sinto e no que deixo meu corpo sentir.

Não creio no castigo nem no pecado, não creio em como cresci, acreditando que tudo era pecado, até meu corpo, de fato não creio em como a Bíblia nos manipula em algumas de suas passagens (que seguramente Peña Nieto* leu) para ter remordimentos, culpa e sobretudo MEDO. E mais, não creio em nada que seja sido feito pelo homem que me faça sentir perversa, me sentir menor, culpada ou envergonhada de minha sexualidade.

Não acredito na Igreja e em qualquer caso, não creio na religião, mas sim, creio em Deus já que o vejo em meus olhos através do espelho todos os dias.

Não creio das doenças porque aprendi como suas curas me foram negadas, escondidas.

Não creio em nenhuma instituição ou lei que se dedica a aterrorizar-me e tirar meu dinheiro.

Não creio no Papa nem no Vaticano, com toda sua riqueza, como tampouco creio nos sacerdotes já que acredito que o ser humano deve aproveitar do amor carnal, do sexo, e de preferência sem esconder-se nem machucando a ninguém.

Nasci nua sem leis nem religião, essas o homem as criou, como a Bíblia, e tenho a suspeita que a inventaram só para seguir a manipulação e lucrar a favor de alguns.

Creio no que sinto e é por isso que creio no medo, me mantém alerta, tudo que experimentei com meus cinco sentidos é o que importa, o que é real.

Não creio na sociedade, já que me fez sentir envergonhada do que sou, incompleta, mas é um fato que trato com todas minhas forças de entendê-la e viver em paz dentro dela. Creio em mim e em minha única verdade, porque sou com quem tenho que lidar cada segundo, tirando a mim, creio que não creio.

Não acredito em julgar, já que só eu sou responsável do meu atuar e me faltaria vida.

Não acredito na moral já que varia enormemente entre o ser humano, acredito no que me faz sentir bem ou mal de mim mesma para poder ir dormir tranquila, mas não no que a sociedade quer me fazer sentir.

Creio no bem.

Creio, apesar de tudo o que acabo de escrever, na raça humana, porque amo, odeio, me arrependo, me equivoco, lastimo, ajuda, sinto, "fracasso", choro, sofro, invejo, tenho dores profundas, tenho sexo, sonhos, fantasias, desejos, peço ajuda, recebo, dou, luto, sigo em frente, me esqueço, me enfureço, rio, espero, sou paciente, sou impaciente, aguento... estou viva e por isso agradeço a Deus todos os dias, por ser quem sou, bem ou mal.

Hoje creio mais em Chapo Guzmán** que nos governos que escondem verdades, embora sejam dolorosas, que escondem a cura para o câncer, a AIDS, etc, para seu próprio benefício e riqueza.

SR. CHAPO, NÃO ESTARIA MELHOR QUE COMEÇASSE A TRAFICAR COM O BEM? COM AS CURAS PARA AS DOENÇAS, COMIDA PARA OS MENINOS DE RUA (...), TRAFICAR COM POLÍTICOS CORRUPTOS E NÃO COM MULHERES E CRIANÇAS QUE TERMINAM COMO ESCRAVOS? EM QUEIMAR TODOS ESSES "PUTEIROS" ONDE AS MULHERES NÃO VALEM MAIS QUE UMA CAIXA DE CIGARROS, SEM OFERTA NÃO HÁ DEMANDA, ANIME-SE SENHOR, SERIA O HERÓI DOS HERÓIS, TRAFIQUEMOS COM AMOR, VOCÊ SABE COMO.

"A vida é um negócio, o único que muda é o mercado", não?

- não à culpa
- não ao remordimento
- não à vergonha
- não à impunidade
- não às diferenças raciais
- não à política
- não à religião
- não à apontar
- não ao silêncio
- não à corrupção
- não ao enriquecimento ilícito
- não à destruir nossos sonhos
- não mais sangue
- sim a vida

os quero,
kate
"

*governador do estado do México
**traficante mexicano

Igor Ferreira Web Developer

3 comentários:

Anônimo disse...

Coitada da Kate...ela está perdida e totalmente sem rumo...

A vida é feita pela fé em Deus. Fé na palavra de Deus (bíblia), e através dela encontramos o amor, a verdadeira paz, a cura e a salvação.

Pelo que eu li ela crê mais nela do que na pŕopria vida. Pobre homem mortal! Não sabem o que dizem!

digão disse...

Eu concordo com uma grande parte do que ela disse =)

Anônimo disse...

ESSA MINA É O CARA!!! RSRSRSRSRS

OBRIGADO POR POSTAREM!

MDB