segunda-feira, março 25, 2013

Protagonistas de “La Tempestad” são mandados para aulas de interpretação



Pelo jeito as coisas estão complicadas quando se está relacionada aos protagonistas da novela “La Tempestad”.

Isso porque o produtor Salvador Mejía enviou William Levy e Ximena Navarrete para um curso intensivo no Centro de Educação Artística da Televisa, o CEA, para corrigir os múltiplos erros em suas interpretações que por esse motivo estão atrasando as gravações da novela que poderia ter sua estreia adiada por conta disso.

A data de estreia está marcada para o dia 13 de maio e é urgente que o cubano e a miss se submetessem a um sério regime educativo porque suas interpretações não estão nada adequadas para o projeto que será exibido pelo horário nobre do Canal 2, mais conhecido por Canal de las Estrellas.

Os principais problemas que devem ser corrigidos é a má dicção de Levy, que depois de viver um tempo em Miami na qual participou do reality show “Dancing With The Stars”, perdeu o acento neutro do espanhol e voltou outra vez como um cubano recém saído de Cuba.

Levy não pode encontrar o equilíbrio e a correta acentuação na hora de falar seus diálogos como se fosse um mexicano e por causa disso pode prejudicar a audiência da trama na qual é repetida a mesma cena vinte vezes, ocasionando uma grande perda de tempo e de dinheiro para Televisa.

Tanto que Mónica Miguel, a diretora de cena da novela, mandou o cubano se esforçar mais para articular as palavras de forma correta, na qual consiste em falar enquanto equilibra um lápis com a boca, como é feito com crianças nos primeiros anos escolares para corrigir problemas de dicção.

Muitas pessoas ligadas à produção de “La Tempestad” afirmaram que William não ficou nada contente e por ser um dos astros mais cobiçados na mídia mexicana atualmente alegou que nas novelas que fez anteriormente não precisou se submeter a cursos para corrigir sua dicção.

No entanto o galã cubano não é o único que terá que ser submetido a rigorosas aulas para ficar mais bem preparado para decorar os textos já que a Miss México, Ximena Navarrete, também terá que ter esse tipo de aulas para não passar tanta vergonha em sua estreia nas novelas.

Para isso Mónica Miguel também chamou um professor de interpretação do CEA para que Navarrete consiga cativar o público já que nunca esteve acostumada a ficar parada em frente a uma câmera decorando um texto e isso é notável quando ela se move e fala nas gravações da trama.

Ao contrário dos protagonistas, o seu antagonista o ator Iván Sánchez, mais conhecido pelo apelido de “El Gallego”, não precisará de nenhum tipo de aula de interpretação já que tem deixado a produção do melodrama satisfeita e ganhado elogios com seu desempenho como ator.
Joel Neto Web Developer

Um comentário:

Anônimo disse...

Nao eh falta de dicçao nem nada do tipo.. eh falta de protagoniza com maite perroni. Haha.. com ela eh tudo melhor